quinta-feira, 30 de abril de 2009

Creio no sonho

Aqui ao lado. "Por aqui escuta-se...". Terceira música. Creio. Ana Moura.
Silêncio, que se vai ouvir o Fado.

Creio nos anjos
que andam pelo mundo
Creio na deusa
com olhos de diamante
Creio em amores lunares
com piano ao fundo,
Creio nas lendas,
nas fadas, nos atlantes,

Creio num engenho
que falta mais fecundo
De harmonizar
as partes dissonantes,
Creio que tudo é eterno
num segundo,
Creio num céu futuro
que houve dantes,
Creio nos deuses
de um astral mais puro,
Na flor humilde
que se encosta no muro
Creio na carne
que enfeitiça o além

Creio no incrível,
nas coisas assombrosas,
Na ocupação do mundo
pelas rosas,
Creio que o amor que tem asas
de ouro. Amén
Natália Correia

Custa-me pensar nas pessoas que, acompanhadas, vivam sós. Pensar, a cada segundo, que tudo à volta se desfalece e morre, deve ser das piores sensações passíveis de experimentação.
O Homem é um ser social por excelência. Este é, porém, o mesmo Homem que se empobrece na loucura das vidas forçadamente frenéticas, loucas e doentias em si mesmas.
A vida é, certamente, a melhor matéria-prima que temos. Custa, como em todas as situações, saber usar esse material para simplificar e aperfeiçoar o Mundo. Aperfeiçoar a vida (a nossa e a dos outros) é tarefa complexificada por uma sociedade egoísta, egocêntrica e solitária.
Custa sorrir. Custa amar. Custa abraçar. Custa saber viver.
Acima de tudo, como canta Ana Moura, o que importa é Crer. No mínimo. "Nos Anjos que andam pelo Mundo". Na vida!

Abre as assas e voa! Nem que seja na clausura de um sonho.

Haverá liberdade mais genuína do que sonhar?

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

6 comentários:

  1. Não, não há.
    "Não há machado que corte / A raíz ao pensamento", não é?
    Felizmente.
    No meio da negritude, quando é ela a imperar, resta-nos o sonho.
    E não é pouco.

    Beijo!

    ResponderEliminar
  2. =) Enquanto o sonho existir a vida nao pode acabar=)

    beijinhoOoS*

    ResponderEliminar
  3. Abre as asas e voa... mas não na clausura de um sonho. Ousa voar até rasgar os ceus da poesia e te materializares nos dias da entrega :)

    aquele grande abraço

    ResponderEliminar
  4. Eu creio que ninguém ousará cortar as asas de quem tem mais vontade de voar ;)

    Beijo!

    ResponderEliminar
  5. Como já te disse adorei a tua parte neste post, porque parece que tás a citar partes da minha vida, daí os olhos molhados :)
    O sonho comanda a vida, e pelo menos, não sendo real não magoa ninguém.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  6. "tenho em mim todos os sonhos do mundo" (Fernando Pessoa)
    Nunca me afasto dos meus sonhos, porque se me afastar vou deixar de ter razão para existir. Acredito que se podemos sonhar, tambem podemos tornar os nossos sonhos realidade.

    Obrigada pela simpatia.
    Beijinho Luis

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!