segunda-feira, 27 de abril de 2009

A neura do Neurónio

Há pessoas que são cínicas. Outras exibicionistas. Outras tantas egocêntricas, profundamente eu+eu=eulongo.
Esta tendência para despique e duelo intelectualóide, enerva-me. Aquelas conversas medíocres do quem fica por cima, irritam-me solenemente. Apetece dizer "ouve lá, quem pensas que és?" e "Cala-te! Ou queres preferes um murro?".
Como sou um Doutor da convivência não o faço. Finjo que não percebo. Faço de conta que não denoto a conotação ofensiva das palavras, das convenções adulteradas entre os dentes.

É nervoso que fico. É nervoso que estou.
O sono acaba por amansar tudo.

(sorrio para alma)

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

4 comentários:

  1. Admiro-te.
    A mim, gente assim tira-me do sério e tira-me o sono.
    Quem me dera...!
    :S

    ResponderEliminar
  2. Ser gentil é mais importante do que estar certo...

    ResponderEliminar
  3. Pois é, muitos narizes empinados nesta sociedade "só me interesso por mim, e por mais ninguém."
    Que se há-de fazer? não seguir esta tendência, que não nos leva a lugar algum.
    Preferia comentar este do que o anterior =P

    Ah, e obrigada pelo comentário, e não faz mal a dimensão dele..lol

    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. Nada que o sono não resolva, mas isto é se conseguires dormir!

    -_-'


    Beijo!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!