sábado, 23 de maio de 2009

A febre de 6.ª feira em Queluz de Baixo

Foi ontem, no jornal de 6.ª feira da TVI, apresentado por Manuela Moura Guedes, que o verniz estalou. Marinho Pinto, o convidado para a entrevista, teve o estofo de revelar (à boca cheia) umas quantas verdades acerca do jornalismo praticado por MMG (e pela redacção do 4.º canal em geral - esta já é a minha real opinião).

Com um comportamento e uma classe que pouco me agrada (enquanto futuro jurista, quiçá advogado), Marinho Pinto versus Manuela Moura Guedes:




«[...] A jornalista questionou-o sobre ser 'um bufo' e fazer um 'frete político'. 'Olhe bem para mim nos olhos: nunca fiz fretes políticos!', defendeu Marinho Pinto. Moura Guedes fez o bastonário perder a paciência ao dizer que ele pouco fazia 'pela sua classe'.

A resposta foi imediata: 'O que está aqui a fazer é um julgamento disfarçado. Um péssimo jornalismo. Um espectáculo degradante para a Informação e para os bons profissionais desta casa. O que faz aqui é violar o código deontológico. E duvido que o conheça!'

Ao CM, Moura Guedes disse: 'Não levei muito a sério. Aliás, nos últimos cinco minutos nem o ouvi', admitiu. 'Foi a primeira vez que um convidado perdeu o controlo. Mas eu estava a fazer o meu trabalho.'»

(Correio da Manhã, ed. 23 de Maio de 2009)

Convém relembrar que Manuela Moura Guedes é, para além de Jornalista, licenciada em Direito pela Universidade de Lisboa.

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

9 comentários:

  1. Ai credo, essa Manuela Moura Guedes tem uma paciência invejável. Se fosse eu tinha, no mínimo, gritado mais alto que o homem e tinha-o calado nem que fosse à força -.-' ggrrr! Desceu muitoo baixo, a jornalista conseguiu manter a postura e a boa educação, ponto.



    (Marinho Pinto diz "truncando" LOL, reparaste?)

    ResponderEliminar
  2. AP - tem paciência pq sabe que ele tem razão no que diz. Embora pouco elegante, MP disse-lhe muitas e boas verdades. Mas acho que ela convive pacificamente com essas críticas (de tantas vezes proclamadas). Eu acho que ela não faz bom jornalismo. Nem ela, nem a TVI em geral. Sentimentalistas, manipuladores e demasiado opinadores.

    Truncando existe. Deriva do verbo "truncar" que quer dizer omitir ou cortar alguma coisa (como uma opinião, uma das partes da argumentação, et cetera).

    Beijinho AP*

    ResponderEliminar
  3. Eh pá, não sei porquê, mas não consigo não gostar do homem... há ali qualquer coisa que me faz acreditar nele enquanto profissional.

    Quanto à (espécie) de entrevista...tanta boa verdade que foi dita!


    Tirem-me aquela Manuela Moura Guedes de qualquer telejornal, pelo menos de pivô!

    ResponderEliminar
  4. Não vinha aqui à algum tempo e ando a perder posts fantásticos.
    Acho que é a primeira vez que vejo um homem perder o controlo, desta maneira, em televisão.
    Eu bato palmas a Manuela Moura Guedes.


    Beijinho Luis

    ResponderEliminar
  5. Sou da mesma opinião que tu Luís, também não gosto muito do jornalismo da TVI, e muito menos da Manela, mas isso são opiniões... como o homenzinho diz é "um espéctaculo degradante"....
    Quanto a esta entrevista, nem sei que diga.. eu ca não tinha paciencia para o homem, mas foram verdades bem ditas!!!!
    Beijo

    ResponderEliminar
  6. EISH tão beem feita! Também já tinha visto, e adorei ahah :D

    Abraço!

    ResponderEliminar
  7. Só vi os primeiros 20 minutos mas ja tinha visto o resto pela net. Eu enfatizaria antes de mais as denúncias que ninguém se atreve a fazer do próprio bastonario;

    depois a M.M.Guedes estava mais numa de acusação do que de jornalista; o homem ja andava sob pressao e disse-lhe tudo.

    E 'mai nada ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  8. Tenho uma coisinha para ti no meu blog. :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!