domingo, 31 de maio de 2009

Um Universo denso

Pedi aos Deuses uma fórmula. Deram-me uma centena delas.
Implorei ao Homem um sentimento perfeito. Não me soube mostrar nenhum.

A certa altura percebi os que oram e os que colocam os olhos no céu. Todos sabem que daquele paradoxo mudo pouco ou nada virá. Há credo. Ele é a roldana o oleada duma engrenagem qualquer.

O Destino tem destas coisas.

Depois, só para confundir, criaram essa "coisa" que é o livre-arbítrio.
Nem sei no que posso acreditar.

Sei que no Firmamento haverá sempre algo.

Estrelas. Sol. Nuvens. Luz. Céu. Trevas. Lua. Escuro. Constelações. Amores perfeitos. Traições ocultas.


Levito na ignorância.
Ganho folgo naquilo que me habilita a saber
nada no meio de um Universo denso.

Luís Gonçalves Ferreira*

* Ando a escrever coisas com as quais o Luís Gonçalves Ferreira não se identifica. Preciso de um heterónimo, com urgência por favor!

6 comentários:

  1. Obrigada pelo comentário. :)
    Sabes, os gigantes (o Homem) têm mania de destruir coisas que lhes magoam e estragam o que supostamente é importante.
    Imagina: destroiem um ninho porque está em cima de uma cerca que não devia...
    Oh bem, manias...
    Adorei o teu texto.
    Quanto a pôr os olhos no céu, a orar...
    Talvez só quem acredita é que 'percebe'. :)
    Mas pronto... São coisas. :)
    Acredito e tenho uma paixão desmedida por Deus e pela minha vida. Apesar de estar cheia de 'Estrelas. Sol. Nuvens. Luz. Céu. Trevas. Lua. Escuro. Constelações. Amores perfeitos. Traições ocultas.' é a maior paixão que eu econtro. :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  2. Maria Francisca - Crer é importante. Nem só de Deus o céu é feito. Nem só de Homens a terra é feita.

    [este texto parece de Santo Agostinho]

    Eu acredito em Deus. Ele é capaz de transformar o coração dos Homens. Eu sou dos que olha para o céu, para o nada, procurando qualquer coisa. Sei que dali não vem nada de muito concreto. Mas, tantas vezes, não tenho mais "ninguém" a quem recorrer.
    :)

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Isto anda a bater forte, para esses lados. Deve ser das nossas conversas msnohifiviansa xD

    BEIJO @

    ResponderEliminar
  4. O bom de um heterónimo é que pode ser inteiramente criado por ti! E não falo só do nome, mas sobretudo de quem queres ser, numa personalidade alternativa, que dê descando à dominante.
    Cuidado é com as esquizofrenias, faxabore! ;)

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho uma sugestão de heterónimo: Gervásio Palha..lol =D
    Beijinho

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!