sábado, 18 de julho de 2009

Um palhaço

Todos os direitos reservados (a mim) ©

Eram 50 Homens, três pássaros e duas tartarugas. Cada um na sua linguagem, estremeciam o espaço com gritos, uivos e demais sons com sabor a velho. Não percebiam que, no centro do frenesim, estavam os seus próprios espíritos inquietos, apalhaçados pela ausência de amor, paz e reconciliação. A nuvem que os cobria era negra, até porque Deus já se havia esquecido daquelas massas existenciais. Estavam entregues a si mesmos, sem tempo para ressuscitações bíblicas nem lutas diabólicas.

O tempo parou. O arco-íris pintou-se. O sol girou e sorriu. As fontes brotaram d'entre os rochedos paralíticos. Os corpos mexiam-se como se fossem pautas musicais. Os Homens saltavam no âmago dos seus nobres sentimentos. Os animais voltaram à normalidade e à felicidade. Tudo se modificou, porque houve um beijo. Um beijo terno entre os Homens, que se converteu num cumprimento entre as trevas e a paz, depois entre o sol e a lua... Bastou, naquele Éden imaginário, um exemplo.

A cor e o sentido da vida encontram-se em nós mesmo, nunca nos outros. Sorriam ao espelho, transbordem-se de cor e de magia. Gargalhem, sorriam, imagem, sonhem. Achem-se palhaços! Riam-se de vocês mesmos. A vida é um circo, uma palhaçada. Eu olho ao espelho e gosto do reflexo. Eu sou um palhaço (rico!). Não é narcisismo, caros leitores. É amor-próprio!

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

11 comentários:

  1. Eu já falei desta fotografia e desta sensação. *

    ResponderEliminar
  2. Tanta alegria, que assim continue! :D

    ResponderEliminar
  3. Luis,

    vais desculpar-me mas o assombro da foto (deverei dizer fulgor?) faz-me esquecer o texto por hoje, e dizer que postes mais assim.

    Tas muito Andy Warhol ;) ta muito boa.

    Que tal vao as procissoes e as ajudas caseiras?

    Grande abraço

    ResponderEliminar
  4. Palhacinho com estilo, sim senhor!
    Está adorável a foto...:)
    Um beijinho**

    ResponderEliminar
  5. Ho, adoro a tua escrita!
    e a foto, mesmo engraçada*

    ResponderEliminar
  6. Para quando o nosso blog?
    p.s: espero que saibas quem está a escrever, senão levo o teu convite como um pouco ordinário...heheh

    Beijinhos:(

    ResponderEliminar
  7. Daniel Silva (Lobinho) - O trabalho vai óptimo, mas sempre cansativo. Eu gosto muito daquilo que a minha mãe faz, estimula o intelecto e tráz novos conhecimentos e novas experimentações. E isso é fantástico. Melhor que muitas sessões de catequese.
    Aquele Abraço!

    Anónimo (que eu sei quem é) - O Piquenique das Letras estará, muito em breve, nas bocas do povo. Tens que ser paciente. Uma beijaça grande!

    ResponderEliminar
  8. Saíste-me um palhaço muito interessante oh Luís :D
    Dá-me um pedacinho desse amor-próprio! Este texto está de mais! Que alegria se respira por estas bandas :D

    Um beijinho apalhaçado *

    ResponderEliminar
  9. (E obrigada pelo teu comentário. É bom teres percebido do que falo, é bom saberes o que aconteceu) *

    ResponderEliminar
  10. Olá! Venho em resposta ao teu comentário num dos meus posts!

    1.º- Assim como os heterossexuais, os homossexuais, quando têm a cabeça em ordem, usam preservativo para prevenir essas mesmas DST's. E mesmo que não usassem, as análises ao sangue existem para alguma coisa!

    Tinha qualquer coisa mais para dizer, mas a pressa fez-me esquecer! Fica para depois.

    *

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!