terça-feira, 14 de julho de 2009

Entre a Criação e o Homem

Nem Cristo, nem Deus Pai, nem Espírito Santo. Nem Maomé, nem Alá. Nem Adonai, nem David, nem Salomão. Nem Shiva, nem Brama, nem Vixnu. Nem Deus Arquitecto. Nem Budah. Nem a Física Quântica. Nem o Homem.
Ninguém.
Ninguém devia ter permitido a criação de um Mundo repleto de pessoas falsas, injustas, hipócritas, ladras e conflituosas. Arre! para estes espíritos mesquinhos e pequenos, que pulverizam a Terra de imundice.

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

5 comentários:

  1. Estás exaurido! E massarado também! Isso faz rugas... =P

    ResponderEliminar
  2. Fixa-te nas pessoas que valham a pena. Eu vou-me fixando na musica e no video que aqui deixas.

    abraço

    ResponderEliminar
  3. Esse "Arre!" fez-me lembrar o nosso Álvaro de Campos :P
    Essas pessoas de que falas cada vez existem em maior número. Poluem a Terra e acabam com o que há de melhor em nós. Enfim, a mim só me consola saber que ainda existem pessoas sinceras, frontais, verdadeiras e bondosas. Elas são poucas, mas existem :) É nisto que temos de pensar.

    Um beijinho sem hipócrisia
    (Já sabes que ando farta de beijinhos apenas, hoje meti-me a inventar!)

    ResponderEliminar
  4. O importante são as pessoas que realmente valem a pena, as outras? As outras não valem nada.

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!