segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Raul

Raul Solnado
(1929 - 2009)
«Façam o favor de serem felizes»

Luís Gonçalves Ferreira

9 comentários:

  1. É com alguma vergonha que confesso não ter conhecido assim tão bem o trabalho e a carreira de Raúl Solnado. Foi uma grande perda para o teatro Português (Ora pois, que ele foi um Senhor do teatro sei eu), mas percebi também que era muito querido para tantas pessoas. Centenas de pessoas no seu funeral: curiosos, fãs, seguidores, colegas de trabalho, mas acima de tudo: amigos. Amigos que falam agora dele com o maior orgulho e respeito possível. Só por isso já vale a pena viver uma vida. Acredito que Raúl Solnado foi, mas também ficou :)

    um beijinho

    ResponderEliminar
  2. E muita razão tinha ele com essa frase e não só...
    Tive um maestro que no final do ensaio antes do concerto dizia: divirtam-se e sejam felizes :D
    Luís, vou ser caloira da Universidade do Minho, entrei :D

    Bjnhs

    ResponderEliminar
  3. Infelizmente, mais uma das poucas pessoas boas que existem que vai. :S

    ResponderEliminar
  4. Mais uma perda, e bastante sentida como já seria de prever.
    Ontem ouvi um homem que dizia conhecer o Raúl, dizer uma frase, (não exactamente esta) que acho duma verdade tremenda: ele (Raúl) deixou as pessoa a chorar, para fazer Deus rir."
    Um até sempre Raúl :)

    ResponderEliminar
  5. AnAndrade - Se é! É de uma genialidade incrível. Põe-nos a pensar na nossa incapacidade de ser felizes. Nós andamos sempre atrás das coisas que nos fazem mal. NO entanto, nós deviamos era correr atrás da felicidade, loucamente. Pensando só em coisas boas. Mas o Homem é um insatisfeito. Isso torna-o mais cinzento. Um Beijo!

    ResponderEliminar
  6. E "façam o favor de ser felizes" não é uma frase circunstancial. vai muito para além do que parece ser uma banalidade. É uma interrogação ao nosso viver (omito o existir) e traz maior responsabilidade do que supomos.

    Queria aproveitar o espaço, Luis, para te agradecer o comentário ao meu post onde, parafraseando Séneca, aduzo Santo Agostinho mas também a questão da verdade, i.e., o facto da verdade não ser reconhecida, não faz com que ela deixe de ser verdadeira, acrescento eu. Mas mais do que agradecer queria elogiar-te pelo comentário: não é a primeira vez que, ao ler-te comentar-me, quase dás um post profundo, de alguma forma simples mas quiçá não tão simples quanto isso para quem o não ler atentamente.

    Se um dia deixar de postar, só pelos teus comentários não posso deixar ;)

    Grande abraço. Keep great, Luis.

    ResponderEliminar
  7. Soube os resultados cedo porque em música é concurso locar e sabe-se mais cedo. Hmm, não sei bem se é assim mas acho que é, de qualquer modo já sei os resultados, o pessoal de música sabe.
    E quero perto da Avenida Central porque o curso de música(e enfermagem) funciona no edifício dos Congregados, nessa rua.
    É curioso o facto de quase ninguém saber disso, somos renegados xD.
    Mas é bom a parte de música ser onde é, fica no centro :D

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!