sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Saber ser

[...]
Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.
[...] Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois, é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado...
[...]
Oração de São Francisco, por São Francisco de Assis

Nem tudo o que parece o é. Daí, sinto que devemos estar atentos aos pormenores. Queixam-se de que tomo demasiada atenção aos preciosismo. Faço-o e assumo. Se algo não está correcto assim, por mais pequeno que seja, deve ser corrigido. Faço-o, porque a vida está recheada de coisas simples, que, tantas vezes, nos fogem pelos olhares meramente levianos. Eu não gosto de perder nada. É, numa lógica de empreendimento e crescimento, que eu evoluo.

A Oração de São Francisco é dos textos religiosos que mais gosto. É simples, mas faz-nos perceber que não podemos ser relaxados com a vida. As coisas, aos nossos olhos, não se podem manter quietas, quando imperfeitas, só "porque sim". Mudar significa crescer e aprender. Relaxar é contrariar, física e psicologicamente, a tendência inata, humana, para renascer quotidianamente. É amando que se é amado, é dando que se recebe. É isto o mais bonito da fé Cristã: a Caridade. Se todos fossemos piedosos não existiram pessoas más, falsas e asentimentais. Disso tenho quase a certeza absoluta. Mas, como não tomo nada por absoluto e imutável, fico-me por aquilo que hoje sinto. Aqui e agora, sinto vontade de mudar as pessoas, corrigindo-lhes os pequenos defeitos de comportamento. Talvez seja esse o caminho da praticamente extinta perfeição humana.

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

5 comentários:

  1. "Eu não gosto de perder nada. É, numa lógica de empreendimento e crescimento, que eu evoluo."

    Disseste muito aqui *


    Através dos teus textos vê-se que tens a cabeça no lugar, isso é mesmo transmitido ao leitor, e é agradável. E essa caridade é boa, quando se ama sem se 'querer' ser retribuido. É mesmo amar por amar, com o mundo pronto para ser entregue a outra pessoa.. é sempre bom. mas sem querer ser careta :x, às vezes também doi. pqe tanto se dá muito como de repente a pessoa pode pensar que não foi correspondida ou usada.. há sempre mais do que 2 lados.

    ResponderEliminar
  2. e a ines descobre a ftg que devia ter estado no post cigarroseisqueiros.
    http://bucket0.lg1x8zmax.simplecdn.net/images/20090628065010.jpg

    ResponderEliminar
  3. Quando vier a descoberta, eu te levarei a amizade.
    E, em relação ao que apelidas de " fé cristã", havia pano para mangas.
    A minha fé está directamente relacionada com a fé que (ainda) tenho no Humano.
    Longas "histórias"...
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  4. Também gosto deste texto =)

    Muito bom.. beijinhoOOo

    ResponderEliminar
  5. Também gosto deste texto =)

    Muito bom.. beijinhoOOo

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!