quinta-feira, 8 de outubro de 2009

De uma mente emancipada...

... para este Suor de um rosto.

Caros leitores, eu fico feliz com estas coisas das congratulações, dos abraços e destas pirolices virtuais. Mesmo, a sério. É assim uma satisfação que não se explica. É parvo, eu sei. Mas sabe bem (quem não recebeu nenhum fica a saber). Esta cena pode não ter nada de aparamentemente fantástico, mas é. É um sinal claro e singelo de que alguém, num momento qualquer, se lembrou de nós. Sim, de nós. De mim e deste guetto virtual.
Sem mais lamechices, cabe-me agradecer, como é óbvio, ao LH, Dono e patrão do blogue Emancipada_Mente. Um abraço grande.

Isto tem sempre regras, portanto cá ficam as deste:
O desafio consiste no seguinte:
1- Escrever uma lista com 8 características suas ;
2- Convidar 8 blogueiros para receber o selo;
3- Comentar no blogue de quem lhe deu o selo;
4- Comentar no blogue de quem escolheu.

1.
  • Irónico. Não gosto do óbvio, muito menos de piadas vulgares e normais. Uma boa resposta cómica tem que ter ironia, senão não sou eu que estou ali.
  • Carinhoso. Dou-me, de corpo e alma, a quem merece receber-me. Sou portador da capacidade de acarinhar, principalmente pelo caminho das palavras e dos gestos simples. As coisas pequenas tornam-se grandes pelos gestos que fazemos.
  • Extrovertido. Uma ordinarice de vez em vez ou uma caralhada de quando em quando são coisas que me saem sempre. Amo a vida e encaro-a a sorrir, mesmo que a coisa pior do mundo me tenha acontecido no dia anterior. Sorrio. É assim que se matam as invejas e os maus-olhados;
  • Inteligente. Eu não sou modesto neste campo e acho-me portador de dois dedos de testa. Gosto de ser assim. E, caros leitores, sê-lo não é motivo de vergonha. A realização passa por nos assumirmos como somos.
  • Egocêntrico. Sei que pensam isto de mim. Sou assim. Contudo, prefiro chamar-lhe de amor-próprio. Dizem que é mau, mas é a forma melhor de auto-protecção. Gosto de mim e do que vejo ao espelho. Reforço, diariamente, os meus aspectos positivos. É o amor por nós próprios que nos permite gostar dos outros. Gostar não é idolatrar nem endeusar, é amar. Amar é amar, pronto.
Porque é difícil avaliarmo-nos, pedi ajuda:
  • Lúcido e realista. São duas em uma, eu sei. Para mim, a realidade deve ser olhada com o sentido menos complexo possível. Ela diz-nos tanta coisa... Olhemos em nosso redor, interiorizemos e raciocinemos. A resposta está, tantas vezes, no mais óbvio. (Obrigado APa., mesmo mesmo)
  • Coerência. Tenho pilares e valores. Enquanto pensar desta ou daquela forma vou praticar as coisas em coerência com aquilo que me edifica. Quando mudar, assumo-me. Digo-o e tento não ter vergonha de mudar de opinião. Faço-o poucas vezes, com estudos anteriores profundos. Isso é importante para que os outros acreditem em nós. Eu tento ser coeso mentalmente. Não consigo gostar e pensar conforme os sítios e as pessoas. Se não penso igual ao grupo, calo-me. Não minto (mas posso disfarçar). (Obrigado IBa.)
  • Perspicácia. Concordo, NDi. Apercebo-me facilmente de certas coisas, vendo para além do óbvio.
  • Complexo. Complexifico sobretudo as relações sociais. Deve ser da minha dose EXTRA de racionalidade. (Obrigado LH)
(Acho que pus mais de oito, mas foi propositado. É assim que nos conhecemos, não acham?)

Os pontos 2, 3 e 4 não faço, porque não aprecio este tipo de correntes. Quem quiser levar e responder que o faça, livremente. A vida é liberdade, e a blogosfera também.

Beijos e abraços,
Luís Gonçalves Ferreira

4 comentários:

  1. Também tenho de tratar disto.
    Mas custa-me repetir o que está, desorganizado, por outros posts...
    Fá-lo-ei, amanhã. Porque hoje tinha de falar de sereias. ;)

    Beijooo!

    ResponderEliminar
  2. Não venho aqui à tanto tempo, sinto-me muito desactualizada.
    Gosto muito do ar fresco que deste a este espaço e , não sei bem porquê, acho que tem tudo a ver contigo.
    Quanto a ti, sei que és uma excelente pessoa e estou a adorar todos os bocadinhos que já conheço.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  3. Paladar - Tu é que me tens dado o prazer de te conhecer melhor. E eu tenho adorado. Aquelas nossas partidas de UNO a gozar com os estrangeiros são o máximo. Quando passas pelo MSN para repetirmos ? Beijoca, querida Baunilha*

    ResponderEliminar
  4. Eu sempre soube que andavas metido nos ácidos.

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!