domingo, 15 de novembro de 2009

Entre a dança e os elefantes




Sofia Bragança Buchholz postou isto no 31 da Armada. É cómico pelos fantásticos e velozes movimentos de Clara Pinto Correia no Dança Comigo. Eu deprimo-me quando vejo pessoas a fazerem cenas, mesmo em relação a plagiadores ou dançantes-mal-amados.

Mais comentários? Não. Deixo-vos aqui alguns dos que estão na página de reprodução do vídeo, no YouTube, que são da exclusiva responsabilidade dos seres fantásticos que os escreveram:

  • "(...) ah men's isto não é dançar é sacudir as pulgas (...)"
  • "não é dança, é fisioterapia..."
  • "com a subtileza de um elefante (...)"
  • "ela devia estar com hemorróidas!!!!!!!!"
  • "Pois...a rapariga coitada não é muito dada ao ritmo...mas adiante (...)"
  • "Isto é o que dá votar no Bloco..."
  • "arraçada de mastodonte?"
  • "A estaca dançante... (...)"
LINDO!

Sem mais,
Luís Gonçalves Ferreira

4 comentários:

  1. Aposto que uma pedra é capaz de ter mais sentido rítmico que ela.

    Este post está fantástico Luis :D

    ResponderEliminar
  2. Ainda não tinha visto isto.
    Que vontade de rir.
    Mas epa qeq se pode fazer?
    Há pessoas que não nascem com o bichinho e jeito da dança, enfim xD

    ResponderEliminar
  3. Porque é que as pessoas nunca têm noção, meu pequenino Luís? Ahah.

    ResponderEliminar
  4. A mulher não dança a ponta dum corno!!!
    Que vontade de rir pah...xD

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!