terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Fitas políticas

O Jornal i descobriu hoje que a oposição pode legislar legalmente. Afinal não é só o Primeiro-Ministro que tomou conhecimento desta "novidade" jurídico-constitucional.
A Assembleia da República, composta por mais partidos além do de Governo, tem como função primacial a Legislativa. Engraçado como a democracia portuguesa anda adormecida pelas maiorias absolutas. Pensa-se que a Assembleia da República é um mal-maior e o Governo algo tirânico que não deve resposta aos outros órgãos de Estado. Leia-se a Constituição e entenda-se o que lá está escrito. Ainda não temos partido único, caros senhores. Há democracia plural de modelo ocidental, baseada no debate e na discussão de argumentos (algumas vezes com o circo dos oradores e tudo, à maneira Grega do antigamente).

Luís Gonçalves Ferreira 

2 comentários:

  1. Bem... Tenho a dizer que eu tambem vou seguir este blog, queiras ou nao... Lamento informar-te...
    Se quiseres podes gritar, ameaçar suicidio, mas nao te vai adiantar...
    LA-MEN-TO!
    :P
    Quanto ao que escreves-te aqui...
    Politica?
    Parlamento?
    Politicos?
    No nosso país?
    Só tenho uma palavra que define isto na perfeição: PALHAÇADA!

    Beijinhoooooossss*

    ResponderEliminar
  2. Às vezes até o primeiro ministro, tem que receber umas suprezinhas.
    E no meio disso tudo, estamos em portugal:'DD


    Beijo

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!