quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Querida, estás tão longe de mim que poucas vezes me lembro que existes.

Luís Gonçalves Ferreira

2 comentários:

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!