quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

Vulgaridade de ocasião

Ó Coisa, traz-me aquela coisa que está em cima daquela coisa, logo eu dou-te uma coisa, está bem coisa?

O tempo perguntou ao Tempo quanto tempo o Tempo tem. O Tempo respondeu ao tempo que o Tempo tem tanto tempo quanto o Tempo tem.

X virou-se para Y e questionou-o sobre o caso DW onde P exclamou que V tinha amarrado T a E.

Quer dizer... Ou seja... Isto é... Contudo... Pois... Pronto(s).

Quando morrer quero ser cromado.

Roberta Paliativa

2 comentários:

  1. A Roberta parece-me um bocadinho confusa. Deve ser da profissão, ser psicóloga não parece fácil.

    ResponderEliminar
  2. Aaaahhhhhhahahahahahahahahah!
    Roberta, minha querida, as saudades que eu tinha...!

    (Beijos ao Luís!)

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!