quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

De coração enternecido

É bom ser amado e estimado. É excelente se for de forma genuína como quem não quer nada em troca, onde a gratuitidade não acontece nem tão-pouco existe. Ser gratuito é não ligar ao que se dá nem ao que se recebe. Aliás, isso é ser-se simples e básico de pensamento.

Obrigado Francisca, do fundo de mim, por isto.

Sou mais feliz assim, convosco. Mesmo que virtuais. Pessoas são pessoas. Mais por que sentem e pensam e escrevem, e não tão-só pela componente biológica do seu ser.

Com um beijo para a Francisca,
Luís Gonçalves Ferreira

5 comentários:

  1. Senti esse beijo, bem como todo o teu carinho e protecção. Pode ser um beijo sem contacto fisico, mas há tanto para além disso, tanta mágia escondida que ultrapassa o corpo a corpo. Que isto é tudo. Faz-nos ser felizes, e buscar forças!

    Busco tanto em ti, admiro-te. Obrigada pela amizade, pelo teu "eu", e pelo que dedicas a mim.

    Um beijo querido Luis. O beijo mais sentido.

    ResponderEliminar
  2. Ah, essas demonstrações de afeto e cumplicidade enchem minha alma de alegria!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  3. Que bonito seu espaço!!!


    Parabéns!!!!

    abraço

    ResponderEliminar
  4. Lindo demais essa declaração de carinho!

    Penso que no amor ou amizade, deve existir essa forma genuína e gratuita sempre!
    Só assim as relações seriam mais sólidas, mais afáveis e duradouras

    Abraço grande!

    ResponderEliminar
  5. Ah! Adorei a música e a coreografia então...
    Tens muito bom gosto musical!!!

    Beijo

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!