segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Em modo vôo

Hoje não me sai nada.
Hoje não consigo escrever nada.
Hoje não quero fazer nada.
E é isso.
Por hoje é isto.

Luís Gonçalves Ferreira

6 comentários:

  1. E se é o que sentes, já é muito (:

    Um beijinho, e aproveita a preguiça, ou até mesmo a tristeza que seja. Amanhã é outro dia.

    ResponderEliminar
  2. há dias mesmo assim --'
    obrigadaa pelas palavras (:



    beijinho .

    ResponderEliminar
  3. E não sabe tão bem "não fazer um dever"?
    Um beijo

    ResponderEliminar
  4. Sentiu, escreveu... Isso é tudo, meu amigo!

    Beijinhos, descanse serenamente...

    ResponderEliminar
  5. Meu amigo Luís, acho que hoje estamos no mesmo ritmo... Dias em que tudo o que queremos é a tranquilidade de ver o dia passar...

    Abraços! E, obrigada pelos teus comentários em meu blog, são para mim muito especiais!

    ResponderEliminar
  6. E quando, apesar de nada sentires, ainda o consegues escrever, pese embora a falta de apetite, a coisa ainda vai...
    Beijo grande, grande!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!