segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Música de Filme (Quase)

É pena quase não poder ficar...
És quente quando a luz te traz...
Quase te vi amor...  Quase nasci sem ti...
Quase morri dentro de mim... Ficas dentro de mim... Por dentro de mim... Estás dentro de mim...

Silêncio, lua, casa, chão...
És sítio onde as mãos se dão... Quase larguei a dor... Quase perdi...
Quase morri dentro de mim... Ficas dentro de mim... Por dentro de mim... Estás dentro de mim...

Sempre sou mais um homem, mais humano, mais um fraco.
Sempre sou mais um braço, mais um corpo, mais um grito. Sempre...
Dança em mim!
Mundo, vida e fim...
Dorme aqui, dentro de mim...

É pena quase não poder ficar...
No sítio onde as mãos se dão...
Quase fugi amor, quase perdi...
Vamos embora daqui, para dentro de mim...
Música de Filme
Toranja 

8 comentários:

  1. gostei muito da letra, Luís. a música ainda nao ouvi. obrigada pela partilha *

    ResponderEliminar
  2. e reparei agora que estava bem aqui ao lado XD

    ResponderEliminar
  3. Claro que é possivel! Somos quatro maneletes (:

    ResponderEliminar
  4. Nossa, que linda letra! E a música é perfeita, charmosa... envolvente.

    Um beijo, Luís!

    ResponderEliminar
  5. Que música, que letra! Intensa e harmoniosa :)

    ResponderEliminar
  6. Oi Luís!

    Esse "quase" aí da música chamou-me a atenção.
    Nesses quases da vida perdemos tantas coisas...

    Quase te vi amor... Quase nasci sem ti...

    Linda essa frase.

    Cansei de viver o quase, hoje busco o concreto, esse quase ficou para trás.

    Beijo Luís!

    ResponderEliminar
  7. É o dom das palavras e o ritmo da música, a combinação perfeita.


    Um beijo para ti, Luis.

    ResponderEliminar
  8. IMITADOR IMITADOR IMITADOR IMITADOR!

    Hoje dormes no sofá, só por esta!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!