segunda-feira, 8 de março de 2010

Dia da Mulher e do aniversário da minha irmã

Parabéns, querida irmã. 
Parabéns, mulheres em geral.
Parabéns, homens, como eu, que respeitam as mulheres.
Parabéns, mulheres em particular, principalmente as que se respeitam.
Se este dia serve para alguma coisa é para vocês se aperceberam da especialidade que comportam. Não vos desejo mais luta, mas estabilidade. A permanência num estado que vos permita tomar consciência da  existência de defeitos que os homens têm e que não vos cabe na herança, porque simplesmente são diferentes. Os país do Sul da Europa não estão no estado de civilidade parecido com os do Norte. Ainda não é tempo de pedir cotas para homens, porque as injustiças e diferenças no acesso ao exercício de direitos ainda é real. É tempo, porque estamos a meio de uma evolução, de vos pedir que continuem a ser mulheres e não mulheres-mascaradas-de-homens.
Se este dia existe é para vos mostrar respeito. Respeito de um homem que estima a mulher, a mãe, a empresária, a doutora, a engenheira, a dona-de-casa, a funcionária, a amante, o coração de manteiga, o amor encarnado num género... 
É isto que desejo às mulheres da minha vida. E hoje, em especial, à minha irmã R. Parabéns.

Luís Gonçalves Ferreira

6 comentários:

  1. Parabéns à (tua) mana Raquel. O resto nem vou comentar :P

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Parabéns à tua irmã.
    E parabéns às mulheres que não vão nas cantigas do "dia" que dizem delas. Porque não têm um dia. Têm todos os que lhes apetecer.

    BEIJOOOO!

    ResponderEliminar
  3. Parabéns à tua irmã! :D
    Beijinhoo Luís.

    ResponderEliminar
  4. Parabens à tua mana! :D
    E sim, eu adoro ser mulher!
    ihihih
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Bravo!

    Ah, e, parabéns (atrasado) para sua irmã! Ontem foi aniversário de um dos meus irmãos também! :)

    Abraços!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!