quarta-feira, 31 de março de 2010

Executa

Quero que estejas bem.
Não sei porquê. Nem me interessa.
Aliás, não sei se te amo ou simplesmente adoro. Nem me interessa. Não me interessam os nomes dos sentimentos como nunca me zanguei os daltónicos. O preto não deixa de ser preto se lhe chamassem de vermelho.

Luís Gonçalves Ferreira

4 comentários:

  1. Ora lá está.
    Os nomes simplesmente não interessam.
    É exactamente o que diz o meu pai quando diz que uma camisa é azul, quando é verde. Para quê apelidar as coisas?

    kisses*

    Dra Cromo Filosófica

    ResponderEliminar
  2. ISSO!!!! Exactamente isso...

    "Onde Sancho vê moinhos, D. Quixote vê gigantes. / Vê moinhos? São moinhos. / Vê gigantes? São gigantes." (António Gedeão, "Impressão Digital")

    BEIJOOO!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!