segunda-feira, 10 de maio de 2010

Madrugada dentro

Não é fácil amar, muito menos em silêncio. Não é fácil sentir medos. Não é fácil ser-se, assim.
E quero que saibas isso, porque é só isso que me resta dizer-te. 
Quero que apercebas disso e do profundo amor que sinto por ti.

Luís Gonçalves Ferreira

8 comentários:

  1. Se há algo que desmonta qualquer ser, chama-se amor. Os mais corajosos sentem medo, os incrédulos passam a crer, quem nunca sentia dor adoece de saudade, que não tem palavras sempre encontra uma para dizer.

    Vale a pena sentir, sempre. E vale a pena fazer o ser amado saber, também.

    Abraço, Luís.

    ResponderEliminar
  2. Que palavras bonitas . Realmente é dificil amar assim, é perfeitamente natural sentirmos aquele medo e se calhar por o sentirmos acabamos por amar em silêncio. Era tão bom que as pessoas de quem gostamos se apercebessem de certos sinais ou pormenores que lhes damos, para que elas vejam o quanto gostamos delas, mas nem sempre é assim.

    Beijinho *

    ResponderEliminar
  3. Se há coisa absolutamente desarmante num homem é o facto de (se) dizer. Parabéns por isso.
    BEIJOOO!

    ResponderEliminar
  4. Estamos romanticos senhor luis :)
    Já eu... Este meu coraçao está duro como uma pedra :s
    É triste...
    beijinhooooooos*

    ResponderEliminar
  5. Pergunto-me quem será essa pessoa que amas em silêncio :)

    ResponderEliminar
  6. Chorei!tudo muito lindo...como o AMOR..vale a pena amar e muuuuito..!

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!