quinta-feira, 14 de março de 2013

Antony num grito submarinho


Ia escrever um texto de milhões de linhas, mas o que tenho no peito resume-se a esta melancolia cantada. Tudo pela voz de Antony, não fosse ele o que é; não emocionasse ele como me emociona; não escrevesse ele da forma como escreve.

Só queria saber se está tudo bem contigo. 

Boa noite,
Luís Gonçalves Ferreira

Sem comentários:

Enviar um comentário

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!