sábado, 16 de agosto de 2014

Apontamento sobre a felicidade

Por que nem só a tristeza é poética: cheguei à conclusão que tenho uma vida bonita. Agora, de repente, ao chegar a casa. E era só este o apontamento que queria deixar escrito. A minha vida é bonita. Espero que a lucidez possa sempre reconhecer, no futuro, a mesma beleza. Será a felicidade algo tão simples como é senti-la sem motivo aparente?

Luís Gonçalves Ferreira

1 comentário:

  1. E que belo apontamento, já que encerra lucidez, espírito de momento, e futuro!

    E ainda, para que mais tarde não digas como tantos, "era tao feliz e não sabia"...

    Um grande abraço. Aquele.

    ResponderEliminar

Vá comenta! Sem medo. Sem receio. Com pré-conceitos, sal e pimenta!